Buscar

Próximos dias serão de tempo seco e de baixa umidade do ar na região Sul

Segundo a Somar Meteorologia, há condições para temporais em parte do Centro-Oeste na segunda, dia 28; confira a previsão do tempo completa para todas as regiões

  • Enviar
Marcos Porto
Foto: Marcos Porto / Agencia RBS
Apesar do sol, madrugada de terça será fria no Sul

SUDESTE

A frente fria avança sobre o Sudeste nesta segunda, dia 28. As chuvas ficam mais concentradas entre o Rio de Janeiro, Espírito Santo e Minas Gerais, áreas com condição para temporais isolados, trovoadas e ventos fortes. Sobre São Paulo, devido ao avanço da massa de ar seco, o sol aparece entre as nuvens, sobretudo no interior. A exceção fica por conta da faixa leste paulista, onde a umidade mantém a nebulosidade e a condição para garoas. As temperaturas máximas entram em declínio na faixa leste da região. Sobre o norte de Minas Gerais, o calor segue intenso.

Na terça, dia 29, a frente fria ainda mantém o tempo nublado e com chuva a qualquer momento entre o Espírito Santo e o leste de Minas Gerais. Já entre o norte e oeste mineiro, o sol chega a aparecer entre nuvens pela manhã, mas a partir da tarde, pancadas de chuva isoladas e trovoadas incidem sobre o local. Em grande parte de São Paulo, o tempo fica seco, com sol e variação de nebulosidade. A expectativa é de uma madrugada fria e uma tarde amena, principalmente entre São Paulo, Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais. As temperaturas máximas permanecerão mais baixas até 31 de outubro no leste da região. No interior do Sudeste, os próximos dias serão quentes.

SUL

Devido a entrada de uma massa de ar frio e seco, a semana começa com tempo firme e ensolarado sobre grande parte da região Sul. Apenas entre o litoral do Paraná e de Santa Catarina, há variação de nebulosidade e condição para garoas. No interior, por conta do tempo seco, os índices de umidade relativa do ar começam a cair, com índices que ficam abaixo dos 30% no Oeste do Rio Grande do Sul. Em relação as temperaturas, volta a fazer frio de manhã. À tarde, o sol ajuda na elevação das temperaturas, mas as máximas seguem amenas.

Na terça, o tempo permanece firme. O dia amanhece frio em grande parte dos municípios, especialmente entre a serras gaúcha e catarinense, onde as temperaturas mínimas chegam a ficar abaixo dos 5°C. Ao longo da terça, o sol predomina e favorecendo a elevação gradual das temperaturas. O índices de umidade diminui no interior da região, chegando próximo dos 30% na Campanha, oeste do Rio Grande do Sul e interior do Paraná. Nos próximos dias, o tempo segue firme e com temperaturas mais baixas. As chuvas tendem a retornar a partir do dia 1º de novembro.

CENTRO-OESTE

Há risco para chuvas fortes no centro-norte de Mato Grosso do Sul nesta segunda, onde os acumulados pode chegar a 20 milímetros. No decorrer do dia, a chuva se espalha pela região e, por conta das elevadas temperaturas, há condição para ventos mais fortes e trovoadas. Depois de mais uma manhã de temperaturas amenas, os termômetros sobem no período da tarde e causam sensação de calor em boa parte de Mato Grosso e Goiás, além da metade norte de Mato Grosso do Sul.

Áreas de instabilidade ganham força entre o Mato Grosso e Goiás na terça. Ao longo do dia, pancadas de chuva e trovoadas atingem a região. Há condição para temporais isolados, especialmente entre o sul de Goiás, de Mato Grosso e no extremo norte de Mato Grosso do Sul. Já entre o sul e leste de Mato Grosso do Sul, o avanço do ar seco deixa o tempo firme e as temperaturas mais baixas.

NORDESTE

Apesar de as chuvas perderem intensidade sobre o litoral nordestino, a condição para chuvas fracas permanece entre o litoral norte da Bahia e da Paraíba nesta segunda. Também há previsão de chuva isolada e de baixo acumulado no interior de Pernambuco, no sul do Ceará e em boa parte do Maranhão e do Piauí. Já no interior baiano, segue o tempo seco, com sol e poucas nuvens. O calor permanece intenso em grande parte dos municípios nordestinos, onde os índices de umidade relativa do ar ficam abaixo dos 20% em alguns municípios do Sertão.

As áreas de instabilidade ganham intensidade sobre a Bahia nesta terça. As pancadas de chuva isoladas atingem grande parte do Estado, sendo que entre o leste e sul da Bahia, as chuvas tendem a ser mais intensas e, por isso, há risco para temporais e ventos fortes. Garoas atingem a faixa que vai do litoral de Pernambuco até o Rio Grande do Norte. Nuvens carregadas causam pancadas de chuva mal distribuídas e com baixos acumulados em boa parte do Piauí e do Maranhão. O calor segue intenso sobre grande parte do Nordeste.

NORTE

A segunda será de tempo nublado sobre o oeste da região Norte, com pancadas de chuva mais isoladas e com menor volume sobre o Amazonas, Roraima, Acre e Rondônia. Entre Amapá, Pará e Tocantins, o dia será de predomínio de sol. No fim da tarde, áreas de instabilidade garantem o retorno de chuvas isoladas sobre boa parte da região. No sul de Tocantins, não há previsão de chuvas. As temperaturas seguem elevadas desde o começo do dia e, ao longo da tarde, se elevam, garantindo mais um dia de de muito calor.

Na terça, pancadas de chuva isoladas associadas ao calor e aos elevados índices de umidade do ar atingem grande parte da região. Há condição para temporais isolados e trovoadas, especialmente entre o leste e sul do Pará e no Tocantins. As temperaturas seguem elevadas desde o começo do dia e se intensificam à tarde, garantindo mais um dia de altas temperaturas. Nos próximos 15 dias, a previsão é de calor extremo em toda a região Norte.

SOMAR METEOROLOGIA

  • Enviar

Previsão para os próximos dias

boletim

carregando...

MAPAS

mapa

Fases da lua

  • Nova 26/07
  • Crescente 03/08
  • Cheia 10/08
  • Minguante 17/08

Estações do ano

  • Outono 20/03
  • Inverno 21/06
  • Primavera 23/09
  • Verão 21/12

Próximas transmissões

(Divulgação)

33° Exposição Nacional do Mangalarga Marchador

  • Data:  23/07 a 02/08
  • Início:  8h
  •  
C2Rural - Transmissão e evento de leilões.  Veja mais
(Canal Rural)

VOCÊ NO RURAL

Conheça as nossas vagas e faça parte do principal
veículo de comunicação do agronegócio do país

Canal Rural

© 2011-2014 RuralBR.com.br

Todos os direitos reservados