Buscar
CLIMA
21/06/2012 | 15h51

Chuva prolongada atrasa colheita de algodão em Mato Grosso

Produtividade e qualidade estão comprometidas no Estado

  • Luiz Patroni | Primavera do Leste (MT)
Atualizada às 20h59
  • Enviar
Miro de Souza
Foto: Miro de Souza / Agencia RBS
Em Mato Grosso, foram cultivados 716 mil hectares de algodão

Produtores de Mato Grosso estão encontrando dificuldades para colher as lavouras de algodão. O motivo é o prolongamento do período chuvoso, que prejudicou o cronograma das fazendas. No sudeste do Estado, onde está concentrada a maior parte das plantações, poucos agricultores conseguiram começar a colher. Além de atrapalhar os trabalhos, o excesso de chuvas também comprometeu a produtividade das plantações.

De acordo com o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), foram colhidos quase 18 mil hectares das lavouras de algodão, o que representa 2,5% da área total ocupada pelas plantações no Estado. A colheita deve se estender até a primeira quinzena de setembro.

Na fazenda de Canísio Froelich, 20% da área de seus nove mil hectares já deveria ter sido colhida há uma semana, mas, por enquanto, não há condições de dar início aos trabalhos. Na previsão do produtor, as atividades só começarão em 15 ou 20 dias.

– Temos período de estiagem de maio até setembro. Neste ano, as chuvas se prolongaram e fizeram com que a parte baixeira apodrecesse e a umidade fez que a planta vegetasse mais – diz Froelich, que cultivou todo o algodão entre dezembro e o início de janeiro.

Além do atraso, Canísio está preocupado com a produtividade, que deve ser entre 10% e 15% menor do que na última safra. Os custos também devem aumentar, já que serão necessárias aplicações extras de defensivos.

O cenário da cotonicultura é preocupante, na avaliação do gerente comercial da cooperativa Unicotton, Jaison Vavassori. O grupo plantou 110 mil hectares nesta safra e muito pouco foi colhido até agora. Mesmo assim, já é possível afirmar que a produtividade média deve cair de 280 arrobas para 240 arrobas por hectare. Apesar da redução, o que mais preocupa é a qualidade do produto.

– Vendemos 60% da safra antecipadamente, a cerca de 90 cents a libra-peso. Se a qualidade cair, os contratos podem estar sob risco – afirma Vavassori.

Em todo o Estado foram cultivados 716 mil hectares. A estimativa é de que sejam produzidas 990 mil toneladas de algodão em pluma.

CANAL RURAL

  • Enviar

Previsão para os próximos dias

boletim

carregando...

MAPAS

mapa

Fases da lua

  • Nova 29/4
  • Crescente 07/5
  • Cheia 14/5
  • Minguante 21/5

Estações do ano

  • Outono 20/03
  • Inverno 21/06
  • Primavera 23/09
  • Verão 21/12

Próximas transmissões

(reprodução)

3° Remate Estâncias da Fronteira

  • Data:  02/05
  • Início:  21h
  • Leiloeira:  Premier Leilões
C2Rural - Transmissão e evento de leilões.  Veja mais
(Canal Rural)

VOCÊ NO RURAL

Conheça as nossas vagas e faça parte do principal
veículo de comunicação do agronegócio do país

Canal Rural

© 2011-2014 RuralBR.com.br

Todos os direitos reservados